MAGAZINE

17/06/2019

Foto: ©Promo

Com uma carreira que ultrapassa cinco décadas, Caetano Veloso dispensa apresentações. Uma das suas aparições mais recentes na Europa foi  junto de Salvador Sobral, com quem cantou "Amar pelos dois"  no final da Eurovisão 2017, aquando da vitória do cantor português naquele concurso. Dia 25 de Junho pelas 20h estará no Tempodrom, onde partilhará o palco com os seus três filhos Moreno, Zeca & Tom Veloso. O músico traz o seu mais recente trabalho „Ofertório“ ao público alemão.

 

O seu gosto pela música vem desde criança. Acompanhou a irmã Maria Bethânia em diversas ocasiões e foi ela quem o lançou numa carreira profissional em 1965, carreira essa que viria a ser uma das mais bem sucedidas na história da música brasileira. Inicialmente interessou-se sobretudo bossa nova, sob influência de João Gilberto, e colaborou com os primórdios da MPB (música popular brasileira). Em 1967 liderava o Tropicalismo, movimento que renovou o cenário musical do país. Publicou o seu primeiro disco “Domingo” com Gal Costa nesse mesmo ano. Em 1968, e em resposta ao endurecimento do regime militar no Brasil, compôs o hino "É Proibido Proibir", que foi desclassificado e amplamente vaiado durante o III Festival Internacional da Canção. No ano seguinte, foi preso pelo regime militar, tendo partido para Londres em exílio político. Em 1971 lança “Caetano Veloso”. Em 1972 seguiu-se “Transa”, que marcou a volta ao país, um disco com influências reggae. Em 1976, formou os Doces Bárbaros juntamente com Gal Costa, Gilberto Gil e Maria Bethânia, grupo influenciado pela temática hippie da década de 1970.

 

“Menino do Rio”, “Leãozinho”, “Você é linda”, “Não enche” - entre vários outros - são alguns dos seus maiores sucessos. Os anos passam e Caetano Veloso continua mais actual que nunca. Desde o início da carreira demonstrou uma posição política contestatária: Opôs-se ao regime militar instituído no Brasil em 1964 e é actualmente um forte opositor do governo Bolsonaro, ao qual já dirigiu várias críticas.

 

Com 48 álbuns editados, Caetano Veloso é um dos maiores embaixadores da música brasileira no mundo. Enquanto a instabilidade política no Brasil continua, também a sua música . Em tour pela Europa, o cantor não parece terminar tão cedo o seu percurso musical ímpar: passará ainda por Portugal, Itália ou Suíça,  


 

 

Caetano Veloso em família no palco do Tempodrom em Berlim

Licenciada em Audiovisual e Multimedia pela ESCS – Escola Superior de Comunicação Social (Lisboa), chegou a Berlim em 2010. Depois de ter participado em vários projectos de voluntariado e iniciado o Shortcutz Berlim, juntou-se à nova equipa Berlinda em 2016 e é desde então editora do magazine, para o qual contribui com vários artigos e entrevistas. 

Rita Guerreiro

Freunde von Berlinda e.V. , Heimstr. 3, 10965 Berlin - info@berlinda.org 

BERLINDA 2019 · All rights reserved