MAGAZINE

Dias do Cinema Português em Berlim 2018

A Associação 2314 – Portugiesischer Kulturverein in Berlin, em colaboração com o Hackesche Höfe Kino apresenta o evento Portuguese Cinema Days in Berlin 2018, a ter lugar de 17 a 20 de Outubro. 


Esta mostra  tem por objectivo trazer a Berlim cinema português actual e de qualidade. Destina-se aos berlinenses e aos portugueses que, por viverem em Berlim, têm alguma dificuldade em acompanhar a produção cinematográfica em Portugal. 
 

Com a presença do realizador João Canijo para apresentar o seu filme “Fátima”, e dos realizadores Luísa Sequeira e Eduardo Sama para apresentarem o documentário “Quem é Bárbara Vírginia”. 


E porque o centenário das aparições de Fátima trouxe recentemente esse tema para a ribalta, também em Berlim ele estará presente, numa conversa com o realizador João Canijo e o jornalista de temas religiosos António Marujo. A conversa decorrerá também no Hackesche Höfe Kino, no Sábado dia 20 de Outubro, pelas onze da manhã.

Programa:

17.10.2018, 18:00
I don't belong here, de Paulo Abreu IMDB


A lei norte-americana e canadiana prevê que os estrangeiros que cometeram um crime e foram condenados a penas de mais de um ano possam ser deportados para o país de origem, independentemente da ligação que tenham com ele. Este documentário acompanha o processo criativo de uma peça de teatro concebida a partir das experiências pessoais dos próprios intérpretes que são inesperadamente deportados para as ilhas dos Açores, uma terra que não sentem como sua.

17.10.2018, 20:15
São Jorge, de Marco Martins IMDB


Jorge é um pugilista desempregado que tenta a todo o custo encontrar formas de garantir o sustento da sua família. Como último recurso, aceita um trabalho numa empresa de cobrança de dívidas. Usando o seu corpo treinado para a luta corpo a corpo, passa a intimidar pessoas que, tal como ele, se encontram numa situação desesperada. De um momento para o outro, vê-se a atravessar a fronteira da moralidade e a entrar num mundo de criminalidade gerada pela pobreza e pela falta de alternativas. Um filme dramático sobre Portugal durante a crise do Euro, com uma interpretação extraordinária de Nuno Lopes no papel de Jorge.

18.10.2018, 18:00
A Fábrica de Nada, de Pedro Pinho IMDB 


Portugal durante a crise do Euro: ao ver que os donos da fábrica onde trabalham estão a retirar equipamento fabril, um grupo de operários tenta segurar os postos de trabalho, através de uma solução de autogestão colectiva. O filme situa-se entre a ficção, o musical e o documentário, e é filmado com actores e não-actores numa fábrica que se encontra realmente em risco de fechar devido à crise. O filme venceu em Cannes o prémio da Federação Internacional de Críticos de Cinema, e no Festival de Cinema de Munique o prémio CineVision de melhor novo filme.

19.10.2018, 18:00
Fátima, de João Canijo IMDB


A pequena localidade de Fátima, em Portugal, é desde 1917 um lugar importante de peregrinação, especialmente no mês de Maio. Este filme descreve o caminho de onze mulheres que percorrem a pé os quatrocentos quilómetros entre a sua aldeia no interior norte do país e Fátima. Embora seja um filme de ficção com actrizes, capta momentos espontâneos da dinâmica do grupo, as tensões entre as caminhantes e o espírito particular desta peregrinação portuguesa. 

20.10.2018, 11:00
Debate: O Fenómeno Fátima


O que aconteceu em Fátima em 1917? Como é que o regime salazarista reagiu ao movimento de crença popular? O que leva hoje em dia tantos milhares de pessoas a fazer a peregrinação a Fátima? Quais são as diferenças entre esta peregrinação e os caminhos de Santiago ou a peregrinação a Lourdes? Estas são algumas das questões que serão abordadas por António Marujo, jornalista de temas religiosos, e João Canijo, realizador do filme Fátima. A conversa decorrerá em inglês.

20.10.2018, 18:00
Quem é Bárbara Vírginia?, de Luisa Sequeira e Eduardo Sama IMDB


Documentário intimista e poético que procura a esquecida realizadora Bárbara Vírginia. Esta foi a primeira mulher cineasta portuguesa a fazer uma longa-metragem sonora nos anos 40, a única mulher a fazer uma ficção na época da ditadura portuguesa, e a primeira a apresentar um filme português a competição na primeira edição do festival de cinema de Cannes em 1946.

A mostra de cinema é realizada com o apoio do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) e das empresas Bekarei e SuperIbérico. Os filmes serão exibidos na versão original com legendas em inglês. 

Dias do Cinema Português

17-20 de Outubro

Hackesche Höfe Kino - Rosenthaler Str. 40 -41, 10178 Berlin 

15/10/2018

Foto: ©Promo/2314

Freunde von Berlinda e.V. , Heimstr. 3, 10965 Berlin - info@berlinda.org 

BERLINDA 2019 · All rights reserved