MAGAZINE

11/03/2019

Foto: ©Promo

Branko - ou João Barbosa - é natural de Lisboa e começou o seu percurso musical no grupo Buraka Som Sistema, que o levou pelo mundo fora em concertos. Lançou o seu primeiro trabalho a solo em 2015, “Atlas”. Neste seu ainda curto percurso como Branko, colaborou com artistas dos quatro cantos do mundo, entre eles Princess Nokia,  DJ Sliink, M.I.A, Mayra Andrade, Sara Tavares.

 

“Nosso”, lançado este mês,  é o seu segundo álbum e conta com a colaboração de artistas como o cantor português de origem Cabo-verdiana Dino d’Santiago, a banda peruana Dengue Dengue Dengue ou a cantora brasileira Mallu Magalhães. “Eu não conhecia a maioria dos colaboradores antes de encontrá-los em estúdio algures no mundo, por isso grande parte das músicas vem de um sentido de colaboração muito imediato e honesto. É uma experiência partilhada, um momento em que duas ou mais pessoas criaram ideias em conjunto, que provavelmente não teriam acontecido se estivessem na sua zona de conforto”, conta Branko. O conteúdo destas reuniões foi depois transformado em canções em casa, em Lisboa, e assim nasceu “Nosso”.

 

“Nosso” está agora pronto para viajar pelo mundo e começa este mês uma digressão que passará por países como França, Portugal, Inglaterra, Índia, Suécia ou Alemanha. Branko estará em Berlim em concerto a 15 de Março pelas 23.59h no Club Gretchen. Dino d'Santiago, que também acaba de lançar um novo álbum, "Mundu Nôbu", será um dos convidados. Recorde-se que o cantor foi um dos participantes do Festival Berlinda em 2012, abrindo o concerto da angolana Aline Frazão. 

 

“Neste álbum, como em tudo o que fiz até agora, o foco no lado instrumental das coisas foi experimentar padrões rítmicos e gêneros do universo de língua portuguesa, aplicando-os a canções criadas com outros artistas de origens e lugares completamente diferentes. Há algo nesse processo que deixou o álbum com um som super fresco, já que este é um som sem fronteiras que nos atrai. É uma música na qual todos podem participar, onde mesmo o mais agitado ritmo acelerado parece bem-vindo”, assim descreve Branko o seu novo trabalho, feito de Lisboa para o mundo.  “Não é de admirar que o tema central da obra do álbum mostre uma visão menos comum de Lisboa, onde, em vez de olhar para o centro histórico da cidade, enfrentamos os subúrbios, onde Estes experimentos musicais e culturais foram e ainda estão ocorrendo, inegavelmente moldando a paisagem musical e cultural de Lisboa no processo”.

 

“Nosso” é reflexo das explorações musicais do músico e da sua visão da capital portuguesa, que considera “um centro cultural privilegiado para o mundo de língua portuguesa e além”. Branko funde diferentes ritmos como kizomba, baile funk e afrohouse com géneros eletrónicos com o objetivo de criar um som que inclua todas essas expressões musicais individuais como parte de um todo maior.

 

Fonte: Press Release Enchufada

Branko apresenta “Nosso” em Berlim

Licenciada em Audiovisual e Multimedia pela ESCS – Escola Superior de Comunicação Social (Lisboa), chegou a Berlim em 2010. Depois de ter participado em vários projectos de voluntariado e iniciado o Shortcutz Berlim, juntou-se à nova equipa Berlinda em 2016 e é desde então editora do magazine, para o qual contribui com vários artigos e entrevistas. 

Rita Guerreiro

Freunde von Berlinda e.V. , Heimstr. 3, 10965 Berlin - info@berlinda.org 

BERLINDA 2019 · All rights reserved