Home » Arquivo por categoria » Crónicas

Recarregar baterias sem roupa… e sem preconceitos

Recarregar baterias sem roupa… e sem preconceitos

Depois de alguns meses em Berlim, decidi que era hora de relaxar e experimentar um Spa. Pesquisei alguns espaços na internet e decidi optar pelo “Vabali Spa”, um afamado resort premium de bem-estar único com o charme de Bali. O Spa inclui saunas, banho turco, piscinas interiores e exteriores, salas de relaxamento, área de massagens […]

Cachaça, feijoada, plumas e patês em Berlim

Cachaça, feijoada, plumas e patês em Berlim

Entre tantas coisas boas que a cidade de Berlim oferece, sem dúvida, uma delas é a diversidade gastronômica. Nessa diversificação alimentícia, eu incluo todo tipo de gastronomia: os ambulantes vendendo linguiças, as lanchonetes, os cafés, os restaurantes, do mais simples e barato ao mais sofisticado e caro. Há para todo tipo de freguês, incluindo todo […]

O Coelho – ou Inúmeras regras, leis e ordens dos alemães

O Coelho – ou Inúmeras regras, leis e ordens dos alemães

Gargalhando e lacrimejando de risos, que nos levaram quase a rebolar ao chão, deliciávamo-nos com a experiência de um dos maiores “talentos” angolanos em artes plásticas do Século XX, residente em Berlim. É mais que sabido por todos que cada país tem as suas leis e ordens, e cada povo tem a sua cultura, os […]

São Jorge no metrô de Berlim

São Jorge no metrô de Berlim

Berlim é uma cidade multicultural. O que em outras cidades seria destaque, em Berlim pode ser apenas mais uma cena cotidiana. O que parece inusitado, não demora a ser incorporado à “normalidade” berlinense. Não é raro encontrar personagens fantásticos trajados na pele de pessoas comuns em seus modelos de domingo, como se tivessem acabado de […]

Os Meteorologistas

Os Meteorologistas

Perco-me a pensar que muitos berlinenses terão herdado de um dom de previsão do tempo, ou participado de algum clube de humores especulativos que os terá ensinado a consumar tal proeza. Legítima ou desnecessária a curiosidade, interessa-me a tendência que têm os habitantes de certos lugares, para trocar impressões ou urdir prognósticos sobre temperaturas, a […]

Vou estar em Berlim por uns dias. Vamos beber um café?

Vou estar em Berlim por uns dias. Vamos beber um café?

Todos os dias chegam a Berlim milhares de pessoas. Umas são turistas. Muitas. Outras vêm para ficar. Menos. Mas ainda assim muitas. Não sabem por quanto tempo, ou o que vão fazer. Mas vêm para ficar. Todos os dias acontecem na cidade festas de boas vindas e festas de despedida. Síndrome de cidade grande. Já […]

Herr Hund não é cachorro…

Herr Hund não é cachorro…

As palavras não têm vida fora de seus contextos, por isso um significante não se basta a si próprio. Seus significados são múltiplos, e podem até se contradizer, dependendo da situação. Como diria meu caro amigo Augusto Boal [1]: palavra é caminhão de significados. No primeiro nível de aprendizado do idioma alemão “der Hund” significa nada […]

A modéstia dos alemães

A modéstia dos alemães

Antes de conhecer a Alemanha tinha em mente uma outra imagem deste país. Toda a gente sabe que a Alemanha é uma das maiores potências económicas do mundo e um dos países de onde surgiram as maiores filosofias, e as grandes ciências que influenciaram o desenvolvimento humano e mundial. Toda a gente sabe também que […]

pula-pula, BERLIM!

pula-pula, BERLIM!

Minhas primeiras visitas a Berlim, entre 1999 e 2001, foram no inverno. Saía daqui com a impressão de que o mau humor era uma característica da cidade. Tudo me parecia cinzento: o céu, a cidade e as pessoas. Até o dia que visitei Berlim no outono e me encantei com a explosão de cores e […]

Memória fora de proporção

Desde o início do ano, várias exposições de arte contemporânea têm-me agradado bastante. Lembro-me perfeitamente de “One On One”, na Kunst-Werke Berlin (KW), cujo conceito era estabelecer um diálogo entre uma obra e um observador de cada vez, numa pequena sala. Duas outras, certamente mais inclinadas a conferências e palestras, tendo também várias obras expostas, […]

Adeus, vou para Berlim

Redescobri a vida há quase cinco anos. Tudo já tinha sido feito em Lisboa. Apareceu o InovArt num café de fim de tarde e no fim do prazo de candidatura. No mesmo fim de semana, num monte Alentejano, candidatei-me. Fui aceite e a vida mudou. Adeus, vou para Berlim. Vim com a cabeça cheia de […]